Erros De Banana F Cil E Deliciosa

Teste de música Como usar sua câmera nikon de modelo

Mas, apesar de toda a apelação, deve observar-se que o turismo extremo é o tipo caro do resto. E tal tipo do turismo como espaço existe em geral para unidades como milhões de dólares que os turistas só muito ricos são capazes para pagar por ele. Mas só este tipo de turismo extremo pelo caminho em fatores econômicos. E praticamente todos outros tipos caros, geralmente por causa de não atributos baratos. Naturalmente, os turistas extremos começam geralmente arrendam todos os atributos necessários, e é certamente muito mais barato. Mas, por via de regra, o turismo extremo atrai muitos principiantes tão fortemente que eles gostariam de comprar todos os atributos necessários e extremamente ter um resto mais muitas vezes. Mas também não todo o mundo é capaz de permiti-lo.

Ao prazer de esquiadores de montanha na Suíça há um enorme número de encostas e descidas abruptas, quase verticais e tudo isso contra as paisagens de espírito assombrosas, capturam. Em qualquer recurso de inverno é possível dirigir e em esquis de corta-mato, tanto em patins, como em um trenó.

Este recurso é conveniente tanto para principiantes, como para montar bem esquiadores de montanha. Ponto de vias - aproximadamente 30 quilômetros, uma diferença de altura - 550 metros, 8 elevadores superficiais, a corda e via de cadeira. Dirigir no momento da iluminação artificial organiza-se. A estação dura desde novembro ao meio do maio, mas em abril-Maio sem instrutor é melhor não montar aqui, a probabilidade de uma avalancha é alta.

Mas pelo que no entanto o mergulho seja perigoso? Se o mergulhador adere a regulações de segurança que lhe ensinaram em um curso, para ele apenas pode haver algo. Na estatística americana, o mergulho está no 22o lugar pelo número de acidentes em 10 mil que se ocupam. 21 lugares tomam-se, a propósito, jogando boliche.

Spelestologiya é a mistura fascinante de cavidades de estudando de ciência e turismo de uma origem artificial. No sentido mais amplo da palavra o spelestologiya é uma ciência sobre construções subterrâneas artificiais. Spelestologiya une-se estreitamente com a espeleologia, só os spelestolog não interessam cavernas. A penetração em qualquer estrutura de cidade subterrânea inacessível ou desinteressante é interessante para eles aos outros.

Todo o equipamento necessário - os esquis, botas, snowboards, trenó, patinam e outro, é possível alugar por um pagamento moderado. As assinaturas no uso de elevadores, durante um dia ou durante uma semana, estão à venda em cada recurso. É possível esquiar e no verão, em volta de geleiras. Os recursos mais conhecidos são Tsermatt, Santo-Moritz e o Grou a Montana.

Outro, o recurso suíço famoso mundial é Santo-Moritz. Este local de grandes competições de esportes internacionais. Instalou-se nos Alpes na altura de 1.850 metros no centro do cantão suíço de Graubunden.

No turismo extremo geral um da maior parte de tipos perspectivos do turismo que se atrai cada vez mais pessoas. Há novos lugares da recreação ativa como artificiais, por exemplo estâncias de esqui, portanto os lugares criados pela natureza sobre a qual as pessoas antes e não sabiam, por exemplo uma caverna. E que este tipo do turismo ativamente se desenvolve é pelo menos visível disto que há todos os seus novos tipos.

A área de esqui de S. Anton faz-se em 122 km de vias, de que 36 km do difícil, 50 km de médias e 36 km de pulmões. Une-se pela admissão de esqui alpina uniforme e constantemente ônibus de lançadeira que funciona com uma área de esqui de Lech. Toda a região afeta-se por Arlbergsky uniforme com o passo de esqui. O seu preço durante 6 dias da condução durante uma alta estação faz 175 EUR. Contudo, estas zonas dividem-se pelo espinhaço da montanha Vallugi, e vir de um ao outro é só possível pelo ônibus de lançadeira. Além disso, se o esquiador profissional também sentir a confiança nas forças, pode tentar baixar em direção a Lech do topo da montanha Vallugi à qual é possível aumentar de S. Anton no elevador. É a descida do fora da pista de esqui, descida permitida só com o instrutor e descida que nunca esquecerá.

Salto de B.A.S.E. A ocupação de beis-dzhamperu pelo negócio favorito - saltos de pára-quedas – não necessita o avião ou outro equipamento voador. Dirige o elevador ordinário, e muitas vezes e próprias mãos e pés mais o equipamento que sobe.