Distribui O De Coombs

Test de são paulo a foz do iguaçu

A ideia do desenvolvimento que é a pedra angular deste tipo de projetos define-se até certo ponto entendendo e entendendo da impossibilidade de resolver problemas à custa de recursos daquela cultura, que (ou que fragmentos) é o objeto da atividade de desenho. Quando em consequência de uma reflexão de uma limitação de situação de uma condição de caixa de tarefas bastante novas e problemas se encontra, o pensamento de programa torna-se meios da formação do modelo do desenvolvimento. A saída parece na mudança radical da realidade cultural pela introdução de novas normas culturais, valores, tecnologias, activization de mecanismos da introdução de inovações.

— para preservação de valores viáveis e os fenômenos de cultura do passado, característica de todos os componentes do ambiente sociocultural (na preservação mundial sujeita e espacial, restauração e reconstrução de monumentos históricos e culturais, ambiente arquitetônico; em suporte de relações humano de exemplos tradicionais de comportamento e comunicação adequada ao presente; na esfera informativa e prevista — armazenamento e introdução para uma volta cultural de textos de cultura humanitária do passado).

A cultura como resultado representa o jogo de tradições, normas, valores, significações, ideias, sistemas de sinal, característica de uma comunidade social (em um sentido amplo esta palavra — inclusive ethnos, a nação, sociedade) e realização das funções do acessório de fornecimento de orientação social, a consolidação de comunidades humanas, autodeterminação individual da personalidade. No plano processual a cultura é atividade (pessoas, grupos sociais, institutos, sociedades em várias esferas de vida e consciência, representando o caminho especificamente humano da transformação de inclinações naturais e oportunidades, é a unidade de um opredmechivaniye (produções e um raspredmechivaniye (consumo) — a criação de tradições, normas, valores, ideias e o seu desenvolvimento, armazenamento, transmissão, a sua transformação em qualidades internas da personalidade.

"Social" e "cultural" dissolvem-se um em outro porque em qualquer fenômeno social sempre há uma pessoa como a transportadora de papéis sociais e valores culturais. A pessoa é "o átomo" primário de estruturas sociais, as relações e processos culturais.

— desenvolvimento e uso ativo em espaço real de atividade de patrimônio cultural (elementos de sujeito na quarta-feira do passado, alfândega tradicional viável, alfândega, rituais, etc.)

Representando a unidade, formidável até ao nível da análise teórica, as categorias "sociedade" e "cultura" ao mesmo tempo indicam dentro de um sistema dois pólos com funções de oposição e significações:

A sociedade como o fenômeno, um sujeito da análise e o objeto do desenho é possível apresentar na forma sujeitos sociais básicos (grupos sociais, as organizações, instituto que são público de muitos aspectos, típico e constante educations, e também processos "da mecânica social", isto é interações sociais, as relações. As características iniciais na análise de uma perspectiva sociológica são a posição e um papel social.

No segundo tipo de projetos a tarefa que domina é a exportação de próprias amostras culturais (valores, normas, tecnologias) a "outros" contexto cultural que graças a ele se modifica, vai se transformar "artificialmente". Os processos modernos da modernização em países em desenvolvimento podem ser um exemplo de tal prática de desenho. Prosseguem na presença da modernização desenvolvida modelos culturais que se exportam e se reproduzem em outras regiões e contextos socioculturais. A amostra cultural considera-se pelo sujeito da modernização (desenhista) como uma condição perfeita da cultura "estrangeira", assim o último resiste à modernização ou apoia-a. Por isso, o projeto desta espécie tem de incluir não só condições de introdução de uma amostra cultural, mas também mecanismos do bloqueio da oposição possível.

Em culturological e literatura social e pedagógica toda a variedade da atividade individual e social na esfera de cultura caracteriza-se pela categoria "atividade de prosperidade" que indica como vários fenômenos da vida social e cultural e tecnologias especiais. Neste sentido é necessário ter uma visão clara mais daquela realidade que tem de tornar-se um sujeito de atividades práticas (e em primeiro lugar — desenho) para uma ampla variação de profissões de uma prosperidade e orientação social e pedagógica.